Dupla Titulação | Universidade Feevale

Conheça a modalidade

A dupla titulação ou cotutela de orientação de dissertação e tese é uma modalidade que permite ao estudante de mestrado e doutorado desenvolver seu trabalho sob a responsabilidade de dois orientadores: um no Brasil e outro em um país estrangeiro. Ambos exercem sua competência conjuntamente em relação ao estudante, que deve permanecer nas duas instituições por períodos a serem determinados em convênio. A dissertação ou tese é defendida uma única vez, no Brasil ou no outro país, e são atribuídos ao estudante diplomas dos dois países. O regime de cotutela formaliza-se mediante a celebração de um acordo/convênio prévio entre as instituições parceiras e o acadêmico. É exigida a assinatura de um acordo entre as instituições envolvidas, específica para cada doutorando. 
Para solicitar a dupla titulação o aluno deverá buscar a Secretaria de Pós-Graduação Stricto Sensu por meio do e-mail strictosensu@feevale.br. As parcerias preveem a mobilidade nos dois sentidos, a partir de calendários que compatibilizam a frequência do acadêmico em ambas as instituições. A dupla titulação tem como objetivo ampliar as parcerias de pesquisa interinstitucionais em redes de cooperação internacional.

Vantagens da Dupla Titulação

  • Diploma válido nos dois países signatários do acordo. 
  • O aluno fica dispensado da seleção a que se submetem os pretendentes a uma vaga no mestrado ou doutorado na Universidade estrangeira.
  • O aluno recebe diploma de dupla titulação expedido pela Feevale e pela Universidade estrangeira. 

Tramitação da Dupla Titulação

  • O acadêmico interessado em realizar o curso em regime de cotutela deverá entrar em contato com seu orientador, e após, com a Secretaria de Pós-Graduação Stricto Sensu pelo e-mail strictosensu@feevale.br
  • A Secretaria irá verificar a existência de convênios de dupla titulação já estabelecidos com a instituição de interesse do acadêmico. Caso não haja convênio vigente, serão realizados os encaminhamentos para dar início à parceria. 
  • O acadêmico em conjunto com seu orientador na Feevale e com a Secretaria de Pós-Graduação Stricto Sensu buscarão um co-orientador na universidade parceira. 
  • A partir da definição do co-orientador estrangeiro serão encaminhadas as tratativas de um acordo específico (termo aditivo) entre as duas universidades regulamentando a realização da dupla titulação.
  • Durante a cotutela o acadêmico deverá permanecer na instituição estrangeira um período a ser determinado em convênio, conforme cronograma individual previamente estabelecido entre ambas Universidades. Os custos com a manutenção do aluno no exterior ficarão ao encargo do acadêmico. 
  • A defesa da tese deverá ocorrer no Brasil ou na Universidade estrangeira, segundo o aprovado em cada plano individual de estudos.
  • Cumprido os requisitos acima, o acadêmico receberá dois títulos, sendo um pela Universidade Feevale e outro pela universidade parceira. 

Convênios Assinados