Projeto da Feevale em parceria com a Vale S.A. estudará materiais poliméricos para uso em ferrovias | Universidade Feevale

Projeto da Feevale em parceria com a Vale S.A. estudará materiais poliméricos para uso em ferrovias

27/10/2020 - Atualizado 03/11/2020 15h18min

Mina Carajás Pesquisadores da Feevale com o grupo de trabalho da Vale, em visita à mina de Carajás, no Pará, em julho de 2019

Pesquisa integra a iniciativa Cátedra – Infraestrutura Ferroviária – Under Rail, projeto de âmbito nacional que visa gerar conhecimento aplicado ao setor ferroviário

A Universidade Feevale teve mais um projeto aprovado por meio da Cátedra – Infraestrutura Ferroviária – Under Rail, programa nacional de pesquisa em parceria com a Vale S.A.. Com investimentos que chegarão ao montante de R$ 4.178.617,76, o projeto Desenvolvimento de fixações ferroviárias em polímero busca aumentar o conhecimento técnico e desenvolver materiais poliméricos em sistemas de fixação de trilhos ferroviários da multinacional, de forma a desenvolver polímeros aplicados na fabricação dos componentes nas ferrovias Estrada de Ferro Carajás(EFC) e Estrada de Ferro Vitória a Minas(EFVM). As duas estradas são importantes para o escoamento da produção de minério de ferro e carga geral, como grãos e combustíveis, tendo transportado juntas, no ano de 2019, cerca de 62% do volume de carga ferroviária no Brasil.

Serão analisados os materiais poliméricos dos conjuntos de fixação do trilho ao dormente da estrada de Estrada de Ferro Carajás e da Estrada de Ferro Vitória a Minas, bem como condições de aplicação, obtenção e disponibilização de informações e parâmetros técnicos. Com isso, se espera diminuir a necessidade de reparo ou substituição dos itens nas ferrovias, aumentando sua disponibilidade para o tráfego de trens. O estudo tem um forte componente sustentável, pois também será avaliada a reciclabilidade de resíduos poliméricos gerados nas estradas de ferro.

O projeto, que acontecerá no âmbito do Programa de Pós-graduação (PPG) em Tecnologia de Materiais e Processos Industriais, tem a coordenação do professor Fabrício Celso (foto). As pesquisas, com previsão de início ainda em 2020, serão conduzidas no Laboratório de Estudos Avançados em Materiais, no Laboratório de Tecnologia de Polímeros, no Laboratório de Reciclagem e na Oficina Tecnológica da Universidade Feevale. Será criado, ainda, um espaço específico para atuação do projeto, incluindo um grupo de trabalho focado em materiais para uso em ferrovias, o que possibilitará a disseminação do conhecimento obtido por meio do projeto.

Conforme o professor Fabrício Celso, enquanto a empresa Vale e as demais instituições que participam da Cátedra Under Rail obterão conhecimento específico da área de polímeros aplicados às condições de emprego nas ferrovias, a comunidade se beneficiará pela formação dos alunos de iniciação científica (seis), mestrado (um) e doutorado (seis) que participarão do projeto com bolsas contempladas pela Vale S.A., em edital que já foi lançado junto ao processo seletivo stricto sensu da Feevale.

Essa parceria corresponde à interação universidade-empresa, um dos pontos de destaque do nosso Programa de Pós-graduação (PPG) em Tecnologia de Materiais e Processos Industriais, tão importante para o desenvolvimento do país e melhoria de sua competitividade no âmbito internacional”, contextualiza o pesquisador.

De acordo com a diretora de Inovação da Feevale, Daiana de Leonço Monzon, esse projeto só ratifica o quanto a Universidade possui corpo técnico e laboratórios qualificados.

Ver empresas como a Vale investindo em pesquisa, desenvolvimento e inovação e apostando em nosso potencial ratifica que estamos no caminho certo. Este é o segundo fruto de nossa cooperação, mas acredito muito nesta parceria e, também, no potencial da Universidade em atender a outros projetos nesta ou em outras áreas”, afirma a diretora.

Saiba mais

A Universidade Feevale integra, desde 2019, a Cátedra – Infraestrutura Ferroviária – Under Rail, iniciativa da Vale S.A. que envolve universidades federais e centros de pesquisa do país, a fim de unificar suas experiências para o desenvolvimento de materiais de alta performance para as necessidades do setor ferroviário nacional. O modelo de Cátedra de Pesquisa é uma esfera acadêmica responsável por investigar um tema de forma permanente. A Feevale é a única instituição comunitária a integrar o projeto de âmbito nacional.

Parcerias: empresas interessadas em estabelecer parcerias de pesquisa e desenvolvimento em aplicação de polímeros podem entrar em contato pelo e-mail projetos@feevale.br para mais informações.

 

Atendimento Feevale

Câmpus I

De segunda a sexta-feira, das 7h15min às 22h15min.

Câmpus II

De segunda a sexta-feira, das 8h às 22h15min.
Aos sábados, das 8h às 12h.

Câmpus III

De segunda a sexta-feira, das 9h15min às 11h30min e das 12h30min às 18h.

Retornaremos o seu contato no prazo máximo de 72 horas úteis, a contar do momento de conhecimento do contato, podendo este ser ampliado em situações mais complexas.

Atendimento Feevale

Os atendimentos presenciais realizados no setor Atendimento Feevale de ambos os câmpus podem ser agendados.

Localização: sala 207 – 2º andar
Horário: de segunda a sexta-feira, das 7h15min às 22h15min.
Localização: sala 101 – térreo do prédio Lilás.
Segunda a sexta-feira, das 8h às 22h15min.
Aos sábados, das 8h às 12h.
Localização: sala 003 - pavimento 0 do prédio Sede.
Segunda a sexta-feira, das 9h15min às 11h30min e das 12h30min às 18h.
Verifique os demais setores que disponibilizam o atendimento agendado.